Justiça do Trabalho nega desbloqueio de R$ 1,6 bilhão da Vale

A Justiça do Trabalho em Minas Gerais negou, nesta 6ª feira (22.fev.2019), o desbloqueio de R$ 1,6 bilhão da Vale. O pedido havia sido feito pelos advogados da mineradora, mas foi indeferido. A informação foi divulgada em nota pelo Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região, após rodada de negociação entre o Ministério Público do Trabalho e a empresa. Leia a íntegra da ata.

Um dos acertos feitos na 5ª Vara do Trabalho de Betim (MG) foi o compromisso da mineradora de garantir o emprego ou pagamento de salário, até 31 de dezembro deste ano, dos empregados que trabalhavam no dia do rompimento da barragem de rejeitos da Minas Córrego do Feijão, em Brumadinho, atesta o MSN.

Nesta 6ª feira, o Corpo de Bombeiros de Minas Gerais divulgou que o número de mortos pela tragédia chegou a 177. Ainda há 133 pessoas desaparecidas, sendo 103 funcionários terceirizados e moradores das comunidades atingidas e 30 funcionários da Vale.

23/02/2019

(Visited 2 times, 1 visits today)